30 agosto 2016

"Lãs com Tons" - Tons ferrugem com receita



Continuando com as minhas experiências em tingimento de lã com pigmentos naturais, desta vez escolhi os tons ferrugem.




Um dia destes olhei para a prateleira duma loja e li numa embalagem: Pigmento de óxido de ferro, ou seja, ferrugem! Tinha pensado em tingir com este tom, ou algo semelhante, usando objectos de ferro oxidados... assim é mais fácil!

Hoje não resisti a testar no tingimento de lã, tingi dois tons um mais claro, outro ligeiramente mais escuro, num fio 100% merino. 

Usei:
  • 2 x 50gr de fio merino cor branca espessura fingering em meadas
  • vinagre
  • óxido de ferro castanho
  • água
  • luvas (não usei, mas convêm usar) 
Preparar a lã

Ponha um tacho ao lume com 1 lt de água, deite 4 colheres de vinagre branco, coloque a lã dentro, pressione delicadamente para absorver a água, quando levantar fervura baixe o lume, deixe "cozinhar" durante 5 minutos, retire para um escorredor e reserve.

Preparação da infusão para tingimento

Num tacho deite um litro e meio de água, junte 4 colheres de sopa de pigmento de óxido de ferro, 4 colheres de sopa de vinagre e deixe ferver durante cerca de 5 minutos. Deite o liquido numa outra panela passando por um coador fino. 

Tingimento

Coloque a panela ao lume ainda por breves instantes, entretanto retire o excesso da água da lã, espremendo "delicadamente" e mergulhe a lã na infusão para tingir.


Deixe o fio ficar na infusão cerca de 15 minutos. Eu coloquei num frasco de vidro mas, neste caso  pode deixar na panela até à lavagem. 

Lavagem 

Deixe o fio repousar até baixar a temperatura, passe por água, vai deitar imensa cor, parece não ter fim rsrssrsrsrs, lave o fio com um detergente próprio para lãs, passe por água, para ajudar a fixar a cor deite vinagre na água  vai ver que vai resultar! 

Quando a água sair limpa, tirar o excesso da água com a ajuda duma toalha de banho, ponha a secar num cabide à sombra.

Obs: Fiz dois tons ferrugem "por acidente", um mais escuro outro mais claro, as meadas estavam divididas em meadas de 50 gr, usei a mesma infusão mergulhando as meadas ao mesmo tempo, mas na lavagem lavei-as separadamente, ora lavava uma, ora outra... isso fez com que uma ficasse mais clara do que a outra. Estamos sempre a aprender!!!

6 comentários:

  1. Mais uma experiência com sucesso. A preparar já os tons de Outono!!!
    Será que começo a tingir as minhas lãs com as bagas que tão prontamente arranjou para mim?
    Falamos para combinar.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga isto foi uma aventura daquelas, fiquei com as unhas cheias de ferrugem 3 dias rsrsrsrsr nada disso estava a brincar! Quando poder é só dizer vai ser o máximo!
      Bjinhos

      Eliminar
  2. Descobri os seus trabalhos, estou deliciada.Sou sua seguidora sem perder pitada à cerca de um mês, obrigada pelos seus ensinos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda Isabel! Eu diria mais partilha de experiências, rsrsrsr.

      Eliminar
  3. Linda aventura a tua, Fátima, estas dos tingimentos, acho os resultados lindíssimos :)
    Imagino que o trabalho compense :) Porque os resultados são maravilhosos :)
    Fico encantada só de olhar para as cores :)
    Parabéns :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Sandra, uma aventura descobrir novas cores com este tipo de tingimento artesanal, até aqui só se via tingimento com cascas de cebola.

      Obrigada pela visita e simpático comentário!

      Bjinhos

      Eliminar